Semana da Fotografia 2012 — Eu Vou

Criado em 2010 por Altair Hoppe em parceria com o especialista em mercado fotográfico Rildo Moacir, a Semana da Fotografia já reuniu mais de 500 profissionais vindos de todo o Brasil (veja imagens de 2011). Sua principal marca é oferecer conteúdo de qualidade, com palestras práticas e reunir os grandes fotógrafos brasileiros. Tudo a um custo justo e acessível.

Mais do que um congresso, a Semana da Fotografia é um encontro para compartilhar conhecimentos, aumentar rede de relacionamentos, pensar fotografia e buscar inspiração. Tudo isso acontece numa das cidades mais belas do Brasil: Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Famosa pela beleza de suas mulheres e praias, a cidade também é recheada de atrações turísticas, restaurantes de culinária variada, e muita diversão em bares e casas noturnas (veja mais aqui).

O evento, em sua terceira edição, reunirá um grupo de 13 profissionais brasileiros para falar sobre fotografia de casamento, estúdio, nu, sensual, book, moda e edição de imagens. Nosso amigo, @nikonandre estará no evento fazendo a cobertura para quem não conseguir participar da semana, mas para você que quer conferir de perto estas palestras, o Atelliê Fotografia preparou duas supresas!

Veja mais em http://atelliefotografia.com.br/noticias-do-mundo-real/sorteios/semana-da-fotografia-2012-eu-vou/

 

Anúncios

Fotografe uma ideia – 6 criativos projetos com fotos!

topo.jpg

O design interior de casas traz a personalidade dos moradores e, por isso, cada detalhe é importante para construção da impressão visual. Decorar a casa com fotos está completamente na moda! Fotos e quadros são objetos que estão sempre presentes nos projetos de grandes designers de interiores.  Foi-se o tempo em que as imagens ficavam escondidas nos álbuns de família. Está na hora de colorir cada canto do lar com fotos e lembranças!
As dicas de hoje é pra quem quer fugir do tradicional e fazer algo diferente e original com suas fotos. Os seis projetos que apresentaremos são criativos e muito charmosos.

Dá-lhe Estatueta, 2012.

Uma ideia pipoca na mente do roteirista. O roteirista se esforça para transcrevê-la em um maço de 200 páginas e sai em busca de um estúdio ou produtor disposto a banca-la. O estúdio contrata um diretor e este, por sua vez, monta uma equipe com os melhores profissionais disponíveis – ou os melhores que o seu orçamento lhe permite – para trazer à vida as palavras do sujeito na primeira frase deste parágrafo.

É claro que o parágrafo anterior não representa fielmente 100% do processo para criação de alguns dos maiores nomes do cinema, mas serve para termos uma noção de como funciona essa indústria que tanto nos fascina, oCinema.

Um dos marcos dessa indústria poderá ser testemunhado na noite do próximo domingo (26) quando 84ª entrega dos prêmios da Academia de Cinema acontecerá, em um espetáculo que qualquer cinéfilo espera ansiosamente durante todo o ano. Apesar de muitas pessoas acreditarem que a credibilidade dos Oscars ter há tempos desaparecido, não dá pra negar o prestígio que receber o ‘carequinha dourado‘ acarreta na carreira de um artista ou profissional do cinema.

Uma das categorias do evento visa a premiação daqueles profissionais que muitas vezes, infelizmente, têm o trabalho ofuscado pelo brilho da direção ou elenco: o fotógrafo de cinema, cuja função é fazer com que aquilo que estava nas páginas do roteiro apareça na telona da exata maneira como o diretor planejou, seja cuidando da iluminação, paleta de cores do cenário ou lentes para criar o efeito desejado.

Seja em filmes como O Iluminado, onde em uma cena num labirinto John Alcott, o fotógrafo, resolveu usar lentes grande-angulares para fazer com que as paredes do labirinto dobrassem de tamanho, ou nas belíssimas cores e planos de Emmanuel Lubezki em A Árvore da Vida, que foi nomeado para o prêmio de melhor fotografia este ano, o trabalho do fotógrafo de cinema faz com que a ida ao cinema seja tão bela aos nossos olhos como à nossa percepção.


Na premiação deste domingo, veremos se a fotografia bem contrastada em preto e branco do francês Guillaume Schiffman, em O Artista,  um filme que nada contra a maré nestes tempos de gravações em câmeras digitais e três dimensões, será páreo para as cores frias deJeff Cronenweth em sua 4ª colaboração com o diretor David Fincher em Os Homens que Não Amavam as Mulheres. Ou se o veteranoRobert Richardson, ganhador de 2 Oscars, com sua fotografia aliada ao 3D de A Invenção de Hugo Cabret baterá o também bicampeãoJanusz Kaminski e seus focos da lindíssima paisagem de Cavalo de Guerra.

Veja mais em http://atelliefotografia.com.br/cultura/pipocallie/oscar-2012/ –
Rabiscado por:  em 22 / 02 / 2012 ·  –

 

A Nova Iorque de Berenice Abbott, por Francine de Mattos!

topo_berenice_abbott_newyork.jpg
Foi com seu trabalho de documentação fotográfica de Nova Iorque a fotógrafa Berenice Abbottconquistou sua fama. Nascida em Springfield, Ohio, Berenice largou a faculdade e juntou-se a Provincetown Players, uma das mais modernas trupes de teatro de Nova Iorque.
Sua ligação com a fotografia deu inicio quando decidiu dedicar-se a aprender artes na Europa. Estudou com o escultor Emile Bourdelle em Paris, e foi graças a ele que Berenice foi apresentada ao fotógrafo surrealista Man Ray.
Berenice tomou iniciativa e abriu seu próprio estúdio, onde passaram clientes como Jean CocteauAndré Maurais e James Joyce. Seu mestre Man Ray, além de ter ensinado a fotografar e a amar esta arte ainda apresentou o trabalho de Eugène Atget, na qual foi uma influência direta e profunda na construção de sua fotografia.

Quarto & Sala, acesse agora mesmo o blog e confira noticias sobre Design e Fotografia!

O Quarto & Sala tem mais que um quarto e uma sala. Tem cozinha, forno e geladeira. Banheiro, banheira e armário de farmácia. Tem também roupa de cama de primeira linha, daquelas de dormir e sonhar e sonhar e sonhar. Sonhar com casas, com vida, com a nossa vida e com a vida dos outros. Quarto & Sala sonha para o alto e avante. Com o bom morar, bom produzir, bom criar, bom trabalhar. Mira, atento, para a maneira que gira e funciona o universo ao nosso redor . Vê poesia na simplicidade e quer, bastante, se afastar da sofisticação boba que atenta ao luxo clássico. Trata o design com respeito. Usa a fotografia e a palavra como meio de expressão! Tem na cabeça e nos olhos de seus criadores a paixão pela arquitetura e pela construção, pela casa e pelo jardim. Pelo afeto. Quer tratar de todos os cômodos, de toda a gente de São Paulo, do Brasil, do mundo. Quer extrapolar, crescer, viver, viver! Seja bem vindo ao Quarto & Sala. E a todos os nossos outros cômodos também.

Acesse agora o site Quarto & Sala

“Pilgrimage”, por Annie Leibovitz

“Pilgrimage”, o mais recente livro e exposição homônima de Annie Leibovitz,representa a peregrinação desta fotografa em busca trabalho totalmente diferente do que ela é e do que ela fez até então. Em uma jornada que começou em 2009 e terminou ano passado, em 2011, a fotógrafa clicou uma série de imagens digitais que retratam em uma atmosfera pra lá de intimista detalhes de pertences e locais onde viveram grandes nomes da sociedade, da história e da cultura — como Virginia Woolf ou o presidente Abraham Lincoln. Quarto da escritora Virginia Woolf, perto de Charleston, na Inglaterra. O aparelho de TV que levou um tiro de Elvis Presley, em 1970. O único vestido da poetisa Emily Dickinson que conseguiu sobreviver à usura do tempo

Quarto da escritora Virginia Woolf, perto de Charleston, na Inglaterra.

Confira aqui as fotos vencedoras National Geographic Photo Contest!

Depois de mais de 20 mil fotos inscritas, a participação de fotógrafos profissionais e amadores de mais de 130 países, o concurso da Nationak Geographic escolheu as fotos vencedoras.

Entre três categorias: Natureza (nature), Pessoas (people) e Lugares (places), os jurados  Tim Laman (fotojornalista), Amy Toesing (fotógrafa do National Geographic) e Peter Essick (também fotógrafo do National Geographic) avaliaram criteriosamente as fotos levando em consideração qualidade e criatividade.

Os três vencedores foram Shikhei Goh, Izabelle Nordfjell e George Tapan. E em cada categoria foram escolhidas mais algumas fotos como menções honrosas. A grande campeã do concurso foi a fotografia de Shikehei Goh, que traz uma libélula na chuva.

Vencedora:

01.jpg

Menções Honrosas:

01_01.jpg
01_02.jpg

Vencedora:

02.jpg

Menções Honrosas:

02_01.jpg

Vencedora:

03.jpg

Menções Honrosas:

03_01.jpg
03_02.jpg